Em São Paulo, Baldy destaca avanços do Ministério das Cidades nas áreas de Habitação, Saneamento, Mobilidade, Desenvolvimento Urbano e Trânsito

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, participou da 3ª XP Real Estate 2018, em São Paulo, nesta terça-feira (27), que reuniu os maiores nomes do setor imobiliário no Brasil e no Mundo.

“O Ministério das Cidades é fundamental para o desenvolvimento dos municípios brasileiros. A Pasta reúne cinco pilares muito importantes: habitação, mobilidade urbana, saneamento, desenvolvimento urbano e trânsito. Essas áreas devem ser pensadas em conjunto, de forma estratégica, e com orientações e diretrizes. É preciso garantir infraestrutura eficiente às cidades, oferecer mais qualidade de vida à população, além de incentivar o desenvolvimento econômico, gerando emprego e renda”, destacou Baldy.

O ministro ressaltou também que esse é um momento muito oportuno para discutir o futuro do país na área econômica e de investimentos e Segundo Alexandre Baldy, logo que assumiu a gestão da Pasta há um ano, foram identificadas as melhores oportunidades para incentivar o setor de infraestrutura. “Destravamos obras que estavam paralisadas e que precisavam de menos recursos e aprovamos no Conselho Curador a possibilidade de financiar empreendimentos que estavam paralisados para a contrapartida dos entes”, complementa.

Na área de habitação, Alexandre Baldy destaca que o programa já entregou, desde 2009, mais de quatro milhões de unidades habitacionais e investiu mais de R$ 444,7 bilhões. “São 5,4 milhões de moradias contratadas em todo o país, sendo 1,8 milhão apenas para Faixa 1 do programa, que atende famílias com renda de até R$ 1,8 mil. Neste último ano entregamos em média 1.200 casas por dia em todo o Brasil, um total de 417,6 mil moradias contratadas. Também retomamos as contratações das modalidades MCMV FAR (Empresas), FDS (Entidades Urbanas) e PNHR (Rural). Além disso, autorizamos a retomada de mais de 70,6 mil unidades habitacionais, uma medida ousada, mas que produziu bons frutos com a geração de 1,4 milhão de empregos e investimento de R$ 72,5 bilhões”, declarou.

Em saneamento, Baldy defende que seriam necessários investimentos de R$ 22 bilhões anuais, até o ano de 2033, para universalizar a cobertura de água e esgoto em todo o território nacional. “Mesmo com uma carteira de R$ 30 bilhões de investimentos do Orçamento Geral da União, do Ministério das Cidades, é urgente ampliarmos os investimentos no setor e levarmos mais saúde e qualidade de vida à população. Por isso, enviamos ao Congresso Nacional a Medida Provisória do Marco Regulatório do Saneamento, afim de regulamentar os investimentos na área”, ressaltou.
Na área de mobilidade urbana, o ministro afirmou que Pasta tem investimentos em todas as cidades brasileiras, em torno de R$ 1,3 bilhão em ações com recursos do Orçamento Geral da União e financiamentos.

 

3ª XP Real Estate 2018 – Organizado pela XP Investimentos, o evento teve objetivo de debater temas ligados a inovações e tecnologias no setor de habitação e infraestrutura, como o impacto do e-commerce no mercado de shoppings centers, tendências nos meios de habitação, novos negócios e expectativas para a economia brasileira nos próximos anos. O evento reuniu palestrantes da Real Estate da América Latina do WeWork, o Secretário do Tesouro Nacional, Mansueto de Almeida, além de representantes de grandes grupos como Saphyr, JHSF, Iguatemi, BR Malls e Tecnisa.