“Meu entusiasmo e dedicação a programas que mudam a vida dos brasileiros me fizeram deixar de pensar em qualquer projeto político pessoal”, diz Baldy em entrevista a Jackson Abrão

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, participou, nesta segunda-feira (25), do programa Jackson Abrão Entrevista, transmitido ao vivo no site e na página do Facebook do Jornal O Popular. Baldy falou sobre os desafios de estar à frente de uma pasta tão importante aos brasileiros e sobre as dificuldades que enfrenta para levar o melhor aos cidadãos nas diversas áreas de atuação do Ministério.

Baldy lembrou que suas atribuições como ministro de Estado das Cidades são “amplas e desafiadoras”, com responsabilidade sobre demandas de Habitação, Mobilidade Urbana, Saneamento e Trânsito em todo o país. Ele explicou que a gestão do governo do presidente Michel Temer e sua administração à frente da pasta tentam amenizar problemas no orçamento gerados anteriormente. Segundo o ministro, com responsabilidade será possível retomar todas as obras e projetos parados há anos no Brasil.

Questionado sobre seu atual momento como ministro, Baldy afirmou que “nunca imaginou estar ministro de estado, especialmente em um Ministério que faz tanta diferença na vida das pessoas com tamanhas atribuições”. “Foi realmente surpreendente e algo que me motivou”, completou.

Segundo ele, a oportunidade de ser ministro e poder participar de transformações pelo país, em um momento que a população precisa de políticos comprometidos, fez com que deixasse de pensar em qualquer assunto eleitoral pessoal.

“Estou tão entusiasmado com o meu momento que o meu projeto de hoje é que eu faça o melhor de mim para que eu faça e exerça o melhor ministério das Cidades para esse momento”. Ele reafirmou: “O Brasil precisa de tanto, tantos resultados, não tenho nenhum projeto futuro, estou focado nesta oportunidade”.

Sobre as eleições 2018 em Goiás, Baldy comentou que mantém diálogo com todos os pré-candidatos e tomará a decisão com base no melhor projeto para os goianos nos próximos anos.

Perguntado por Abrão se havia algum favorecimento de Goiás, no Ministério, por conta de ser um ministro goiano, Baldy comentou que tem conseguido uma quantidade massiva de recursos para o estado pela relação que tem com prefeitos e governo estadual, e também pelo seu conhecimento dos problemas que permeiam os goianos.