Balanço #BaldyMinistro: Impasses destravados, obras retomadas e aperfeiçoamento de programas sociais

O sucessor do ministro goiano encontrou a Casa em Ordem, programas aperfeiçoados e em total andamento e compromissos honrados com o setor de construção civil no Brasil

Um lar para se viver dignamente, cidade com infraestrutura e segurança adequada, e acesso ao saneamento básico são alguns dos sonhos e anseios do povo brasileiro. Oferecer isso para a população foi a missão do goiano e deputado federal, Alexandre Baldy, quando aceitou ser ministro das Cidades, em novembro de 2017.

Baldy, que também é empresário, uniu as habilidades de um bom gestor de empresas para administrar a verba pública com consciência e otimização de investimentos.

Além de enfrentar os desafios da crise econômica no Brasil e, consequentemente, uma diminuição de renda nas verbas públicas, o goiano confrontou as amarras da burocracia para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. Conseguiu gerenciar estrategicamente os recursos disponíveis para retomar e destravar obras e projetos. Realizou diversos investimentos e assinou novos contratos, criando, assim, empregos, renda e lares durante sua gestão.

Antes de entregar o cargo, em 31 de dezembro, Baldy realizou visitas técnicas e reuniões em todas as regiões do país para conferir de perto as demandas e necessidades, se tornando um dos ministros que mais saiu do gabinete para conferir pessoalmente a realidade dos brasileiros. Na gestão de Baldy, todos os estados do país receberam investimentos nas áreas de responsabilidade do Ministério das Cidades: Habitação, Mobilidade Urbana, Saneamento, Desenvolvimento Urbano e Trânsito.

Veja aqui o balanço de cada área:
Habitação
Saneamento
Mobilidade Urbana
Desenvolvimento Urbano
Denatran